A Intermoda começou por ser uma alfaiataria (Fazel), que abriu ao público em 1968, pela mão de Naraina Laxmissancar, Diretor-geral até aos dias de hoje.

A antiga alfaiataria adaptou-se às novas tendências de mercado e foi pioneira na implementação do conceito de pronto-a-vestir, em Moçambique, surgindo assim, na década de 90, o Grupo Intermoda.

A Intermoda é líder no seu nicho de mercado, e uma referência incontornável no comércio de vestuário e calçado, com 110 funcionários e um número crescente de lojas ao dispor dos seus Clientes.

O domínio principal da Intermoda é a moda clássica masculina, feminina, infantil e juvenil. Veste e calça as mais altas personalidades do país mas a sua intenção é a de expandir o seu acesso e difusão por todos os Moçambicanos.